<<< "A humanidade e o reflexo da maldade de Deus, ainda que o seu mal seja desfigurado em nossa consciência decadente, o seu amor e misericordia esta sobre nós." - Gen. 8:21 >>>

Pense Nisto:

“A vida má não causa grande dano a não ser a si mesma, mas o ensinamento errado é o maior mal neste mundo, porque leva multidões de almas ao inferno. Não estou preocupado se és bom ou mau, mas eu atacarei teu ensinamento venenoso e mentiroso que contradiz a palavra de Deus.”

Martinho Lutero!

quinta-feira, outubro 18, 2012

O Melhor de TUTU

Paulo Henrique Martinez

O arcebispo da Igreja Anglicana na África do Sul, Desmond Tutu, é figura conhecida do pensamento africano contemporâneo. Ele emergiu como liderança religiosa e ética em oposição ao tristemente célebre apartheid. Tutu foi um crítico perseverante deste regime racista em seu país. Em novo livro, Deus não é cristão e outras provocações, ele trata destas experiências, abordadas em sermões, mensagens, conferências e discursos.

A leitura é amena e esclarecedora da vida de uma nação e de um indivíduo na construção da nova África do Sul, a que vimos na Copa de 2010. O governo racista ruiu em 1994. Desde então, a democracia e a qualidade de vida da população continuam insatisfatórias e limitadas na opinião de Tutu. O livro trafega dos momentos de esperança até uma indisfarçável frustração pela perda de oportunidades na história sul-africana. 

Tutu afirma o papel formador da religião nas condutas e nos valores que repelem as injustiças e a opressão. Ele também explica um sentimento comum às comunidades africanas, o ubuntu: a necessidade do estabelecimento e da restauração das boas relações humanas, no cotidiano, na vida social e entre as nações. Por fim, a sua busca pela reconciliação entre as vítimas da injustiça e da opressão colonial e racista na África do Sul. 

A reconciliação é pregada como antídoto ao ressentimento e perdoar não significa esquecer. A justiça deve ser restauradora, curativa, verdadeira. Quando Mandela criou a Comissão Verdade e Reconciliação, para apurar as violações aos direitos humanos no apartheid, Tutu foi chamado a presidi-la. Logo, as suas ideias e argumentos alcançaram outros países que enfrentavam situações de guerra, conflitos e violência. 

A sua voz ecoa uma teologia negra, surgida na ação pastoral junto aos pobres, na busca dos direitos à identidade e ao comando da vida pelos próprios africanos. A ascensão pública que conheceu ocupou o vácuo político deixado quando as lideranças e os militantes oposicionistas amargavam a clandestinidade, morte, prisão e exílio sob a feroz repressão governamental. Coube às igrejas e aos religiosos expressar a insatisfação social. 

Na África do Sul, a criação de uma “cultura da tolerância” continua sendo o maior desafio social. Há milhões de pessoas infectados pelo vírus HIV e portadores de aids. Falta conter a violência, desarmar a população, organizar politicamente a sociedade, viver e deixar viver, para reconstruir o país. Hoje, esta “nação arco-íris”, diz Tutu, ainda aguarda pelo dia em que irá “transformar em realidade a nossa liberdade”. 

*Paulo Henrique Martinez é professor no Departamento de História da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

 JL 18/10/2012 <<< Link

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curiosidades Bíblicas:

As Bíblias mais antigas não eram divididas em capítulos e versículos. Essas divisões foram feitas para facilitar a tarefa de citar as Escrituras. Stephen Langton, professor da Universidade de Paris, mais tarde arcebispo da Cantuária, dividiu a Bíblia em capítulos em 1227. Robert Stephanus, impressor parisiense, acrescentou a divisão em versículos em 1551 e em 1555. Felizmente, estudiosos judeus, desde aquela época, adotaram essa divisão de capítulos e versículos para o Antigo Testamento.

Atenção:+ no link geral

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo, Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas. Em tempo e importante salientar que o fazemos em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercitando-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.

Todos os links e arquivos estão hospedados na própria Internet. Nós apenas indicamos onde eles se encontram. Não hospedamos nenhum CD ou programa que seja de distribuição ilegal. A aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário. Os donos, webmasters ou qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com o blog não têm qualquer responsabilidade sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que vá utilizá-los.