<<< "A humanidade e o reflexo da maldade de Deus, ainda que o seu mal seja desfigurado em nossa consciência decadente, o seu amor e misericordia esta sobre nós." - Gen. 8:21 >>>

Pense Nisto:

“A vida má não causa grande dano a não ser a si mesma, mas o ensinamento errado é o maior mal neste mundo, porque leva multidões de almas ao inferno. Não estou preocupado se és bom ou mau, mas eu atacarei teu ensinamento venenoso e mentiroso que contradiz a palavra de Deus.”

Martinho Lutero!

sexta-feira, dezembro 18, 2009

CELEBRAMOS AO CRISTO, NOSSO REDENTOR

Durante um bom tempo eu comemorava o natal com um vazio em meu coração. Dizia que era uma data meramente comercial e muitas vezes defendia que era uma comemoração pagã. Combati radicalmente aqueles que comemoravam o natal de uma forma religiosa dizendo que devíamos celebrar a morte e não o nascimento de Cristo (fazei isso em memória de mim - Lc 22:19).

Até que um dia ouvi um pastor dizer: leia o que a bíblia diz a respeito do nascimento de Jesus. Abri a bíblia nos relatos sobre o nascimento do salvador e me deparei com a história mais espetacular que alguém pode imaginar.


Ainda há muitas pessoas, pregadores, instituições religiosas que pregam que não se deve celebrar o natal pelos mesmos motivos que eu não comemorava e alguns outros, mas quando li os relatos na bíblia sobre o nascimento de Jesus fiquei surpreso em perceber algumas coisas que vou compartilhar aqui:


O nascimento de Jesus foi celebrado pela elite da época, representado no texto pelos Reis magos que levaram para o menino presentes como: ouro, incenso e mirra, presentes caros na época que não era qualquer um que teria isso para dar. Este relato encontramos em Mateus 2:1-12.
O nascimento foi celebrado também pelos astros, representado aqui pela estrela, a mesma estrela que guiou os Reis magos até a manjedoura, relatado em Mateus 2:2.
O nascimento também foi celebrado pelo povo, representado aqui pelos pastores, pelas regiões espirituais representado pelos anjos, celebrado pelos velhos, com o cântico de Simeão e isto está relatado em todo o capítulo 2 de Lucas.


Não me importa mais se vão dizer que o natal é uma festa pagã cristianizada, se é apenas comercial representada pelo papai noel, para mim está mais do que claro o valor em se comemorar com cânticos e harmonia entre todos. Não me importa que digam do natal, o importante é sabermos que, nesta data, o mundo todo celebra o nascimento de Jesus, o mundo todo ouve falar de Jesus, isto é que importa, não importa a forma, mas sim que a mensagem do nascimento do salvador do mundo chegue ao máximo de pessoas possível.


Deus abençoe a todos nesse natal, que Jesus esteja bem representado em cada casa, em cada lar, com amor, com fraternidade e com esperança por um mundo melhor.
No Amor daquele que é Eterno
Feliz Natal
João Marçal & Cachone
Bacharel em Teologia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curiosidades Bíblicas:

As Bíblias mais antigas não eram divididas em capítulos e versículos. Essas divisões foram feitas para facilitar a tarefa de citar as Escrituras. Stephen Langton, professor da Universidade de Paris, mais tarde arcebispo da Cantuária, dividiu a Bíblia em capítulos em 1227. Robert Stephanus, impressor parisiense, acrescentou a divisão em versículos em 1551 e em 1555. Felizmente, estudiosos judeus, desde aquela época, adotaram essa divisão de capítulos e versículos para o Antigo Testamento.

Atenção:+ no link geral

As informações e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo, Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas. Em tempo e importante salientar que o fazemos em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercitando-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.

Todos os links e arquivos estão hospedados na própria Internet. Nós apenas indicamos onde eles se encontram. Não hospedamos nenhum CD ou programa que seja de distribuição ilegal. A aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário. Os donos, webmasters ou qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com o blog não têm qualquer responsabilidade sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que vá utilizá-los.